Moçambique – III CONGRESSO INTERNACIONAL DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MOÇAMBIQUE

A PISCDIL – Plataforma da Diáspora Lusófona – agradece à Universidade Católica de Moçambique (UCM) a honra de nos ter enviado o presente documento.

Partilhamo-lo com todos aqueles que estão interessados em acompanhar o contributo da UCM a construção da História de Moçambique.

Na linha daquilo que a PISCDIL tem tentado e continua a fazer, a formação e valorização dos recursos humanos, das chefias e, nomeadamente, da liderança nacional representam fatores determinantes neste complexo e longo processo.

Felicitamos a UCM por este II CONGRESSO INTERNACIONAL dedicado a:

“Educação inclusiva e cidadania democrática no contexto moçambicano”

Esperamos e solicitamos que os resultados da tão alta qualidade questões e de intervenientes possam ser partilhados com os outros membros da Comunidade Lusófona, tendo em especial atenção os Lusófonos mais distantes e mais esquecidos.

Lisboa 02set2017

Alberto Araújo

PresidenteDireção PISCDIL

 

 

***********************************************************************************************************************************************

 

1
III CONGRESSO INTERNACIONAL DA UNIVERSIDADE
CATÓLICA DE MOÇAMBIQUE

“Educação inclusiva e cidadania democrática no contexto
moçambicano”
– 21 e 22 de Novembro de 2017 –

A Universidade Católica de Moçambique (UCM) vai realizar o seu III Congresso
Internacional, subordinado ao tema “Educação Inclusiva e Cidadania Democrática,
no Contexto Moçambicano”.
A pertinência da temática, no contexto moçambicano, é extremamente relevante,
tanto em termos de debate académico, como na sua vertente cívica. No campo
conceptual, a educação inclusiva tem sido muito discutida, sobretudo no contexto
internacional. Todavia, em Moçambique, embora esteja na ordem do dia, em termos
de agenda política, o debate, propriamente académico, ainda está a dar os seus
primeiros passos. Por sua vez, a cidadania democrática tem sido objecto de muita
reflexão, no contexto moçambicano, mas importa aprofundar, ainda mais, as suas
implicações educativas, sociais e culturais, tanto ao nível do ensino básico e
secundário, como ao nível do ensino superior.
É neste contexto que se inscreve o principal propósito do III Congresso Internacional
da UCM. Pretendemos, assim, proporcionar um debate académico e cívico em torno
dos seguintes objectivos:
• Aprofundar os quadros teóricos e conceptuais que sustentam a educação
inclusiva, nos diversos níveis de ensino;
• Revisitar as políticas públicas de modo a perceber quais devem ser as
estratégias de implementação, no quadro do reconhecimento democrático da
diversidade cultural e religiosa;
• Partilhar experiências e projectos no campo da extensão universitária e
intervenção comunitária.
Comissão organizadora
• Prof. Doutor Fernando Canastra (Presidente)
• Profa. Doutora Fernanda Caetano
• Prof. Doutor Rafael Chadreque
• Dra. Natéssia Marufo
• Dra. Daiate Novela
• Dr. Caetano Santos

2

Comissão científica
• Profa. Doutora Albertina Barbito (Universidade Católica de Moçambique)
• Prof. Doutor Alfredo Manhiça (Universidade Católica de Moçambique)
• Prof. Doutor Padre Alberto Ferreira (Universidade Católica de Moçambique)
• Profa. Doutora Amália Dickie (Universidade Católica de Moçambique)
• Prof. Doutor Armindo Tambo (Universidade Católica de Moçambique)
• Prof. Doutor Eduardo Sitoe (Centro de Estudos de Democracia e
Desenvolvimento, Maputo)
• Prof. Doutor Francisco Proença Garcia (Universidade Católica Portuguesa)
• Prof. Doutor Ibraimo Mussagy (Universidade Católica de Moçambique)
• Prof. Doutor Inácio Valentim (Instituto Politécnico Sol nascente, Angola)
• Prof. Doutor Eduardo Duque (Universidade Católica Portuguesa)
• Prof. Doutor Luís Quepe (Universidade Católica de Moçambique)
• Profa. Doutora Maria Gabriela Canastra (Escola Portuguesa de Moçambique)
• Profa. Doutora Natália Bolacha (Universidade Católica de Moçambique)
• Prof. Doutor Nobre dos Santos (Universidade Zambeze, Beira)
• Profa. Doutora Pricila Bertanha (Claretiano – Instituto Universitário, Brasil)
• Prof. Doutor Padre Rafael Sapato (Universidade Católica de Moçambique)
• Prof. Doutor Rui Cumbane (Universidade Jean Piaget, Beira)
• Prof. Doutor Salvador Forquilha (Instituto de Estudos Sociais e Económicos,
Maputo)
• Profa. Doutora Tanja Kleibl (Universidade Católica de Munique, Alemanha)

Painéis temáticos

I – Educação inclusiva
Painel 1 – Transições entre o ensino secundário e o ensino superior no
contexto das necessidades educativas especiais (Conferência Plenária –
Investigadora, Dra. Evelyn Santos, Universidade de Aveiro, Portugal)
• Comunicações livres
Painel 2- Educação intercultural e multiculturalidade (Conferência Plenária –
Prof. Doutor Padre Eduardo Duque, Universidade Católica Portuguesa)

• Comunicações livres
Painel 3 – Educação a distância e plataformas de e-elearning (Conferência
Plenária – Profa. Doutora Pricila Bertanha, Claretiano – Instituto Universitário, Brasil)

3
• Comunicações livres
II – Cidadania Democrática
Painel 4 – Governação e estrutura do Estado (Conferência Plenária – Prof.
Doutor Eduardo Sitoe, Centro de Estudos de Democracia e Desenvolvimento,
Maputo)
• Comunicações livres
Painel 5 – Governança e cidadania inclusiva (Conferência Plenária – Prof.
Doutor Salvador Forquilha, Instituto de Estudos Sociais e Económicos, Maputo)
• Comunicações livres
Painel 6 – Políticas Públicas e Sociedade Civil (Conferência Plenária – Prof.
Doutor Francisco Proença Garcia, Universidade Católica Portuguesa)
• Comunicações livres
III – Experiências e projectos no contexto da extensão
universitária
Painel 7 – Saúde e educação comunitária (Moderadora – Ir. Glória Zegarra,
Universidade Católica de Moçambique)
• Comunicações livres
Painel 8 – Agricultura e desenvolvimento das comunidades (Moderador – Eng.
José Savaguane, Universidade Católica de Moçambique)
• Comunicações livres
Painel 9 – Voluntariado, acção social e projectos de intervenção
comunitária (Moderadora – Ir. Anna Fontana, Universidade Católica de
Moçambique)
• Comunicações livres

4

Procedimentos e prazos*
Inscrição (até 15 de Outubro de 2017): grátis
Envio do resumo (até 31 de Julho de 2017):
• Autores e Filiação institucional
• Contactos: e-mail pessoal/institucional
• No mínimo de 150 e n0 máximo de 200 palavras
• Entre 3 a 5 palavras-chave
Envio do artigo (até 31 de Setembro de 2017):
• Título do artigo (letra “Calibri”, tamanho 16, a negrito e à direita). Nas duas
línguas (português e inglês, ou ainda em espanhol);
• Título do Resumo (letra “Calibri”, tamanho 12, a negrito e à esquerda). Corpo
do resumo (letra “Calibri”, tamanho 10, justificado), entre 150 a 200 palavras;
• Palavras-chave (letra “Calibri”, tamanho 10, justificado). Entre 3 a 5 palavras-
chave. O mesmo procedimento para o abstract (em inglês);
• Títulos principais (letra “Calibri”, tamanho 14, a negrito e à esquerda;
subtítulos, tamanho 12, a itálico e à esquerda). Espaço entre linhas de 1,15.
• Corpo do texto (letra “Calibri”, tamanho 11, texto justificado). Espaço entre
linhas de 1,15;
• Corpo do texto: para investigações ou estudos, não se deverá ultrapassar as
6.000 palavras; no caso de experiências, relatórios e ensaios, não se deverá
ultrapassar as 4.000 palavras. Nos dois casos, inclui-se, neste limite, o título,
resumo, palavras-chave, corpo do artigo e referências bibliográficas;
• Referências bibliográficas (de acordo com as Normas APA).
* O Envio, dos Resumos e dos Artigos, deve ser feito para o seguinte e-mail:
congresso.ucm.2017@ucm.ac.mz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *