5º Debate à Distância – Cooperação Lusófona: “Bloqueios e Oportunidades”

Debates à Distância – no âmbito de Formação Não-Curricular em Liderança da Nação e Cidadania

             

DINAMIZADOR: Renato Epifânio, MIL – Movimento Internacional Lusófono

QUESTÃO: Cooperação Lusófona – Bloqueios e Oportunidades

DATA: 21 de setembro de 2019

HORA: 11h00

LOCAL: (oportunamente definido)

 

Sinopse: Pretendemos reflectir sobre as linhas estruturais da cooperação lusófona, indicando os seus principais bloqueios e oportunidades.

  • Professor Universitário;
  • Membro do Instituto de Filosofia da Universidade do Porto, da Direcção do Instituto de Filosofia Luso-Brasileira, da Sociedade da Língua Portuguesa e da Associação Agostinho da Silva;
  • investigador na área da “Filosofia em Portugal”, com dezenas de estudos publicados, desenvolveu um projecto de pós-doutoramento sobre o pensamento de Agostinho da Silva, com o apoio da FCT: Fundação para a Ciência e a Tecnologia, para além de ser responsável pelo Repertório da Bibliografia Filosófica Portuguesa: www.bibliografiafilosofica.webnode.com;
  • Licenciatura e Mestrado em Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa;
  • doutorou-se, na mesma Faculdade, no dia 14 de Dezembro de 2004, com a dissertação Fundamentos e Firmamentos do pensamento português contemporâneo: uma perspectiva a partir da visão de José Marinho; autor das obras Visões de Agostinho da Silva (2006), Repertório da Bibliografia Filosófica Portuguesa (2007), Perspectivas sobre Agostinho da Silva (2008), Via aberta: de Marinho a Pessoa, da Finisterra ao Oriente (2009), A Via Lusófona: um novo horizonte para Portugal (2010), Convergência Lusófona (2012/ 2014/ 2016) e A Via Lusófona II (2015).
  • Dirige a NOVA ÁGUIA: Revista de Cultura para o Século XXI e a Colecção de livros com o mesmo nome (Zéfiro).
  • Preside ao MIL: Movimento Internacional Lusófono desde a sua formalização jurídica (2010).

 

  • NOTA:
  1. MIL é Parceira da PISCDIL. Está em vigor um Protocolo informal de Cooperação. O Protocolo formal de Cooperação será firmado oportunamente.
  2. Têm um Objetivo Comum: Formação Não-Curricular em Liderança da Nação e Cidadania.
  3. Utilizam a Estratégia de Debates à Distância entre as Comunidades Lusófonas.
  4. A publicação atempada (hoje, 12ago2019) de uma Sinopse detalhada da Temática (Cooperação Lusófona – Bloqueios e Oportunidades) tem como objetivo permitir que o Debate à Distância possa envolver personalidades/especialistas e respetivos textos, obras, enfim, quaisquer publicações em papel ou, preferencialmente, em formato digital.
  5. A participação nos DEBATES pode ser: a) PRESENCIAL. b) À DISTÂNCIA. Para ambas as situações, que os interessados enviem o respetivo contato eletrônico e número de telemóvel, com um breve texto escrito para: diasporalusofona.nov2015@gmail.com. A empresa do equipamento de Transmissão à Distância – VEEDEEO – enviará oportunamente: um Link e um número de contato. Estarão, assim, presentes na Sala de Debate.
  6. As SESSÕES serão integralmente gravadas em VÍDEO e publicadas através da Internet, juntamente com o “breve texto” atrás solicitado/proposto no Ponto 5.
  7. Pela Direção da PISCDIL – Alberto Araújo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *